TRAP-MUSIC
O Trap-Music esta crescendo cada vez mais nos últimos meses e vem ganhando espaço no cenário musical mundial, principalmente nos Estados Unidos, país de origem do estilo e local onde grande parte dos artistas estão sendo reconhecidos. Com um estilo "diferenciado" as letras do Trap não são convencionais ao seu similar estilo de origem o Hip-Hop, afinal o Trap-Music se prende mais em beats do que em lyrica, mas isso não inibe sua complexidade em cada obra.

A marca do artista é definitivamente essencial na composição, a maneira como se vestir , falar, canta (flow), impor, ajudam na criação do ícone, mas ainda esta faltando o principal, que praticamente todos os 'Trapstars' de hoje em dia tem em comum, as tatuagens, na maioria das vezes feitas na frontal do rosto, é sem duvidas o diferencial de cada um dos artistas.

Portanto, com o crescente sucesso desses artistas seria inevitável isso ficar somente nos Estados Unidos. Surgiram então os primeiros "Trapstars" nacionais na cena do Rap, replicando alguns dos estilos diferenciados dos Trapstars gringos, como os mais conhecidos nos últimos anos; Raffa Moreira, Matuê, Hungria Hip-Hop, entre outros que estão chegando ao Main-Stream da cena, mas como a lista sugere, estes serão os futuros grandes "Trapstars" nacionais, que são eles;

5 - EMICOUTO

 

Sim, você provavelmente conhece esse cara ou já viu ele em algum lugar, mas não ele não é um mendigo da rua nem mesmo um dos integrantes do programa do Danilo Gentili "The Noite". Esse é o cara, a revelação do Trap, conhecido como Emicouto ou "Emicouto In the House Nigga". Mistura humor com revolta e tudo que não for apropriado, exatamente oque um bom Trapper faz.

O pseudônimo de Murilo Couto emplacou dois hits famosos em sua carreira, um deles produzido por Leo Casa1 "RapBox", na qual ele se auto consagra no cenário do Rap-Trap, confira;

 

4 - DNASTY

 

Evan Maurilio e Helio Crunk, o duo de Trap-Rap também conhecidos como Dnasty, estão provando sua qualidade de produção e um estilo alternativo/inovador no cenário atual. Conhecidos principalmente por seus react's de Trap-Rap nacional em seu canal, ultimamente a dupla angolana veio se destacando bastante, só que dessa vez com seus singles.

Alem do famoso "Eu não bebo Lean, só bebo Fanta..." de "Fanta (Prod. Drama 808)" o duo esta com um novo hit monstro, produzido por NeoBeats, e um EP "Levanta o Teto" confira;

3 - MC IGU

Igor Kuwahara ou Mc Igu é o mais eclético dos "Trapstars", chega até ser meio difícil definir um estilo próprio seu, mas uma coisa é fato, independente do subgênero que ele produz Igu mostra que consegue surpreender no Hard-Trap, Sad, enfim... Sua capacidade de inovar e produzir mostra um talento que promete muito.
As parcerias de Igu marcam passagem em sua carreira, como; "Disgraça Gang", "CypherBox 10", entre outras, seu novo single "Bueno Aires" mostra que não é só em Cyphers que Igu se destaca, confira;

2 - AKA RASTA

Em alto estilo Aka Rasta vem se consagrando no cenário atual do Trap-Rap, subindo degrau por degrau minuciosamente. Guilherme Ramos o nome do "Trapstar". É inspirado em variados estilos e subgêneros do Trap, conseguindo reproduzir muito bem eles em sua lyrica e na produção de suas musicas com destaque principal em seu Flow único no cenário nacional o artista ainda demonstra seu lado sentimental e é claro o luxo.
Seu álbum "Astronauta Mix Tape" é sua consagração na cena, emplacando seus primeiros hits como "Ta online mas não tá falando comigo", entre outros... "Olho Gordo" é seu novo single que alterna para mais um estilo diferente para Aka, confira;

1 - YUNG LIXO

Esse com certeza é um dos mais distintos Trappers nacionais, sem duvidas! Victor Shiavon o famoso "GEMAPLYS" se chateou com a humanidade e decidiu criar uma nova persona, eis então que nasce Yung Lixo o Trapper revoltado, com o talento e a mistura do Hard e Sad-Trap, o estilo debochado e comico de Yung ganha relevância em meio a tradicional cena.
Otaku, Sadboy, entre outros temas da adolescência, trouxerem a tona a verdade de Yung para cada um, como; "SUADOBOYS (Prod. ZR)". Seu mais recente trabalho foge um pouco do seu estilo inicial, mas mantem uma estética inovadora no clipe, confira;
Fechar Menu