Home | Bitered

Cultura Pop do mundo.

Academia do Oscar convida Mamoru Hosoda, Makoto Shinkai e Sunao Katabuchi

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou sua lista de convites para sócios na segunda-feira. A lista inclui 928 convites, o maior número de convites na história da Academia (a Academia também teve um número recorde de convites no ano passado com 774 convites). Os convites são parte de uma série de novas regras da associação para promover a diversidade nas fileiras da Academia, após as nomeações de 2016 terem conduzido a uma reação contra a percepção de falta de diversidade entre os indicados. A Academia iniciou as mudanças em Janeiro de 2016, com a intenção de diversificar radicalmente seus membros até o ano 2020.

A Academia estendeu convites para as seguintes pessoas envolvidas com o conteúdo em japonês:

  • Diretor: Atsuko Hirayanagi (“Oh Lucy!”) 
  • Diretor: Mamoru Hosoda (The Boy and The Beast, The Girl Who Leapt Through Time, Summer Wars)
  • Diretor: Sunao Katabuchi (Kono Sekai no Katasumi ni, Mai Mai Miracle)
  • Diretor: Ru Kuwahata (“Negative Space,” “Something Left, Something Taken”)
  • Diretor: Makoto Shinkai (Kimi no Na Wa., Children Who Chase Lost Voices, 5 Centimeters Per Second)
  • Diretor: Sion Sono (Tokyo Vampire Hotel, The Whispering Star, Suicide Club, Tokyo Tribe)
  • Ator: Takeshi Kaneshiro (Red Cliff, House of Flying Daggers)
  • Ator: Issei Ogata (Silence, Yi Yi)
  • Compositora: Yoko Kanno (Our Little Sister/Umimachi Diary, Macross Plus, Cowboy Bebop)
  • Designer: Keiko Mitsumatsu (Our Little Sister/Umimachi Diary, Nobody Knows)

No ano passado, a Academia convidou os membros japoneses Rinko Kikuchi (The Sky Crawlers, Pacific Rim), Hiroyuki Sanada (The Dagger of Kamui, Onmyoji) e Takashi Miike (Ichi the Killer, Blade of the Immortal).

A Academia convidou Hayao Miyazaki pelo menos quatro vezes anteriores e também convidou o co-fundador e produtor do Studio Ghibli, Toshio Suzuki, em 2014. O filme Spirited Away de Miyazaki ganhou um Oscar em 2003 e ele pessoalmente veio a Los Angeles para aceitar o seu Oscar Honorário só 2014.

A Academia convidou o falecido diretor do Studio Ghibli, Isao Takahata (Only Yesterday, The Tale of the Princess Kaguya) em 2015, mas ele recusou o convite.

O compositor Joe Hisaishi (Spirited Away, Departures), um colaborador frequente dos filmes de Miyazaki, foi convidado em 2013. Kunio Katō foi convidado em 2009 depois de se tornar apenas o segundo animador japonês a ganhar um Oscar com seu anime curto “La Maison en Petits Cubes” (“Tsumiki no Ie” ou “House of Blocks”).

Deixe uma resposta