Árvore (Lucas Miguel) | INTRO SESSIONS

Árvore (Lucas Miguel) | INTRO SESSIONS

Árvore

Debaixo de uma sombra, de uma árvore qualquer

No meio praça, ao lado do serviço

Eu deito na grama e ponho de lado o boné

Fecho os olhos e me vem a lembrança do seu sorriso

Os carros passam de maneira desenfreada

Enquanto eu aproveito o tempo vendo você florescer

Porque no jardim da minha vida

Você será minha única rosa que não será roubada

E minha única memória que jamais poderá ser esquecida.

Acaba o dia e eu chego em casa cansado

E a vontade de te ver é grande

Olho no calendário pra ver quantos dias faltam pro sábado

Mas infelizmente esse ainda é um dia distante

Eu me lembro da suas palavras

Sobre ser “uma amiga melhor”

Eu simplesmente dou risadas

Porque eu não tenho do que reclamar de você, meu amor

Talvez eu realmente te trate como uma porcelana

Mas fazer o quê?

Eu penso em você nos sete dias da semana

No outro dia, a brisa colhe um porção de folhas

E as levam à um destino indeterminado

Eu posso estar confuso nas minha escolhas

Mas quando você me abraça, tudo fica claro

Eu me levanto pra voltar pro trabalho

Eu olho pra árvore, pra suas folhas e seus galhos

Desejo que nosso amor seja com ela

Que aguenta chuva, sol e ventania

que possamos nos manter firmes de primavera à primavera

Por que sinceramente, minha árvore irá secar sem sua companhia

Autor: Lucas Miguel

Gustavo Alves

É isso ai pessoal

Deixe uma resposta

Fechar Menu