Don L diz que Raffa Moreira tem mesma importância no rap que Mano Brown e Emicida

Don L diz que Raffa Moreira tem mesma importância no rap que Mano Brown e Emicida

2018 é o ano de Raffa Moreira, e ninguém pode negar isso. O trapstar virou mania pelas suas gírias, seu modo de vida, e principalmente por suas músicas com letras absurdas e muitas vezes sem nexo. Porém, parece que o público e os próprios artistas de rap enxergaram em Raffa uma crítica à cena e à moda que hoje paira sobre o estilo musical.

Raffa força ao máximo conceitos de violência e ostentação, e o que parecia só babaquice no começo, hoje se mostra como uma grande sátira à industria que perdeu sua essência. Pedro Qualy, do grupo Haikaiss, que anteriormente havia sido alvo de críticas do próprio Raffa, elogiou o rapper em tweets recentes :

PEDRO QUALY HAIKAISS@DJQualy
Queria deixar claro que não tenho mais treta alguma com o Raffa Moreira.

PEDRO QUALY HAIKAISS@DJQualy
e digo mais,
reconheço sua genialidade .

E dessa vez, quem entrou na ‘onda’, de admirar o Lil Raff, foi Don L, dono de um dos álbuns mais elogiados pela crítica em 2017, “Roteiro Para Aïnouz – Volume 3“.

Don L participou do último ‘Poesia Acústica’ ao lado de diversos outros artistas. Com uma pegada muito diferente de Raffa, Don L investe mais em suas líricas e representações nas músicas. Mesmo assim, foi capaz de assumir o seu preço pelo rapper mais famoso do Brasil.

último bom malandro@donloficial
raffa moreira é o artista mais importante do brasil no momento. não tô dizendo q é o melhor. mas é o mais importante. talvez eu explique o q quero dizer com isso em algum momento. talvez eu só lembre vcs que eu disse isso, daqui a 3 anos. bom dia.

último bom malandro@donloficial
ERRADO
BoJack@Jefferzeen
Respondendo a @donloficial
Virou tendência querer enxergar qualidade ou forçar genialidade no Raffa Moreira. É o meme que de tanto compartilhar, a galera começou a comprar essa idéia absurda.

último bom malandro@donloficial
tudo que envolve o raffa moreira resume o brasil urbano em 2018. o som dele é épico. se vc sacar o contexto do rap, da não-indústria da música br, do racismo brasileiro, apropriação cultural, aculturamento gringo da classe média branca, ouvir os sons, as entre-linhas, os coments

último bom malandro@donloficial
 · 
tudo que envolve o raffa moreira resume o brasil urbano em 2018. o som dele é épico. se vc sacar o contexto do rap, da não-indústria da música br, do racismo brasileiro, apropriação cultural, aculturamento gringo da classe média branca, ouvir os sons, as entre-linhas, os coments

último bom malandro@donloficial
e principalmente os comentários de twitter e youtube… se vc sacar tudo isso e colocar em contra-posição com outros artistas do rap e mesmo da música em geral, você resumiu o país.

último bom malandro@donloficial
querendo ou não, com consciência disso ou não, o raffa moreira tem hoje a importância do brown em 97, e do emicida em 2012. de um jeito totalmente diferente. o que vai acontecer ou deixar de acontecer com esse artista é a coisa mais importante desse ano, no mínimo.

último bom malandro@donloficial
não sei explicar mto bem nem tenho tempo pra isso. mas é isso. tem gente melhor q vai saber explicar melhor, e talvez com o devido tempo a seu favor. bom dia.

Gabriel Lira

Apenas um cara tentando fazer a coisa certa.

Deixe uma resposta

Fechar Menu