Entrevista: Incêndio

Entrevista: Incêndio

Entrando de vez no underground brasileiro, a banda ‘Incêndio’ de Indaiatuba conversou com o Bitered sobre os lançamentos do EP ‘Póstumo’ e dos videoclipes nesse mês de Outubro. A banda que surgiu no ano passado trocou de formação, e busca criar seu próprio estilo com um som original sempre voltado para o post-hardcore melódico. Quem nos respondeu foi o sempre atencioso vocalista Guilherme, representando o resto da banda.

BITERED : Como começou a banda e quais as maiores inspirações de vocês ?

INCÊNDIO : Primeiramente muito obrigado pelo espaço Bitered, bacana demais ver cada vez mais portais de entretenimento apoiando e aceitando a cena do rock pesado. A banda começou com o hiato de um outro projeto, tínhamos duas musicas meio prontas e fomos atrás de uma formação que tivesse haver com o som que queríamos fazer na época. Nos encontramos na internet mesmo, como muitas das bandas da nossa geração. Nossas influências variam muito do que estamos ouvindo no momento, mas “A Day to Remember, While She Sleeps e Bring me the horizon” nunca saíram do nosso fone desde o início da banda.

BT : Vocês lançaram o último som, “Estamos Aqui”, ainda em 2018. De lá pra cá, o que mudou na banda e quais conceitos vocês pretendem trazer ao novo EP ?

IC : Na real esse EP finaliza o ciclo musical da formação que gravou as demos “Estamos Aqui” e “Santo Forte”, de lá pra cá a formação mudou, mas decidimos aproveitar esse material que foi gravado com a formação antiga, tanto áudio quanto vídeo. Ele trás uma maturidade nítida comparado aos antigos lançamento, mas ainda fazendo muito sentido dentro do mesmo contexto

BT : A Incêndio toca em diversos eventos e rolês no interior de São Paulo, convivendo com outros artistas da área e que também fazem música independente. Como vocês da banda enxergam a cena atual do “underground” no Brasil ?

IC : A cena vive se modificando, subgêneros do rock continuam surgindo, e no Brasil isso não é diferente. Vemos, em nichos diferentes, bandas que se destacam, essas sempre tem um “que” a mais, não apenas sonoramente, mas muito como se trabalha dentro da banda.
O rock ainda está vivo e necessita de bandas que tenham um posicionamento e mensagens bem definidos, fazer a diferença às vezes está mais perto do que a gente imagina.

BT : Que reação vocês esperam do público com o ‘Póstumo’? E por último, uma mensagem pra galera que acompanha voces, e também pra quem tá conhecendo

IC : Cara, temos uma expectativa bem alta, eu tenho o costume de vazar nossas músicas antes da hora hahaha, geral na nossa cidade já sabe cantar essas, seja porque tocamos no violão, ou porque já colaram em bastante shows nossos. Pra quem é nosso público de outras cidades isso também vale, a conexão já foi feita, não vemos a hora de ver a galera compartilhando essa mensagem pra frente.
Por último queria deixar aqui a mensagem, não só pra quem tem banda, mas para quem tem um sonho: Corra atrás, tenha fé, estude, acorde cedo, realmente bitole naquilo que você ama. Nós não somos nada, e o não a gente já tem, temos que correr sempre pelo sim, CADA PESSOA VALE A PENA. Gratidão mais uma vez Bitered pelo carinho e espaço, esperamos voltar mais vezes.

Gabriel Lira

Apenas um cara tentando fazer a coisa certa.
Fechar Menu