A iOS App Store, lançada pela Apple há dez anos, desencadeou uma revolução nos jogos. Os jogos para celular, que até então eram uma área muito carente, fez com que os games mobile explodissem em popularidade, tornando-se um pilar muito consistente no  mercado de jogos, atraindo as massas de jogadores casuais que a Nintendo esperava capturar com o Wii e se tornando o maior segmento individual de videogames. o mercado de jogos por receita.


Os efeitos da revolução dos jogos para celulares podem ser sentidos até hoje. A maioria das grandes empresas do mundo - EA, Activision, Ubisoft, Bethesda, Square Enix, Epic, Sega, The Pokemon Company, Konami, Sony, Microsoft, Take Two e até Nintendo - têm estratégias de marketing focada no mobile. Os métodos de monetização e distribuição popularizados por smartphones, incluindo jogos grátis e microtransações e loot box, tornaram-se os pilares dos jogos de consoles AAA. O Switch da Nintendo é uma resposta direta à ascensão dos jogos para celulares, que afetaram muito o mercado de consoles e portáteis.


Como tenho certeza de que você percebeu ao ler  acima, a influência direta da App Store nem sempre foi positiva. Embora tenha dado uma base para que os jogos indie se saíssem bem, desvalorizou os jogos com a sua corrida para o preço mais baixo e levou à proliferação de estratégias exploradoras populares, como loot boxes.

Mas a App Store, e de fato, o próprio mercado de celulares, está começando a se estabilizar agora - e quem sabe, talvez, daqui para frente, possamos ver isso amadurecendo em um lugar significativo para jogar grandes jogos  apenas utilizando nosso celulares. Espero que isso aconteça logo, como já vem acontecendo. O potencial do celular como plataforma para videogames continua imenso e se mostra cada vez mais consolidado e significativo para o mundo dos games.

Fechar Menu