O futuro das plataformas gamers

O futuro das plataformas gamers

Desde os consoles mais antigos como o Playstation 1 ou o X-Box, um padrão foi estabelecido, basicamente uma caixa do lado de sua televisão e um controle.

Também tínhamos um padrão para os portáteis, normalmente uma ou duas telas pequenas, sem muita capacidade gráfica e bateria relativamente fraca.

Mas uma coisa está mudando nesses padrões, tendo como primeira prova disso o Nintendo Switch, que por si só consegue fazer o papel das duas plataformas, isto é, consegue transmitir uma gameplay para a sua televisão e também consegue ser um portátil com capacidade surpreendente, tendo jogos que foram desenvolvidos originalmente para as plataformas maiores como o Play Station 4 e Xbox-ONE que estão sendo adaptados para serem utilizados no Nintendo Switch (ex. The Witcher)

Mas o verdadeiro assunto desse post é uma coisa surpreendente que aconteceu nessas ultimas semanas, o lançamento do ROG Phone 2 da Asus. Sim um celular, esse celular que provavelmente você já ouviu falar pois está causando vários debates nas redes, tem uma capacidade para games absurda, apresentando o mesmo conceito apresentado anteriormente pelo Nintendo Switch, é claro com algumas diferenças, por exemplo, ele não é apenas uma plataforma para jogos, mas sim um celular com capacidades extremas para um processamento de jogos, sem falar dos periféricos, que tem uma obvia inspiração no Nintendo Switch.

O ROG Phone 2 tem sim uma capacidade surpreendente, mas o seu grande defeito, é estar muito antecipado em relação ao mercado de jogos mobile, que ainda não necessitam de tal capacidade ou acessibilidade.

ROG Phone 2 Se encontra no Brasil em uma faixa de R$5.000…

Fechar Menu