Home | Bitered

Cultura Pop do mundo.

Presidente da DC planeja criar selo ”Dark” para o cinema, com produções mais independentes

Depois de uma semana de trocas nos principais cargos da DC Entertainment dentro da Warner, o The Hollywood Reporter deu novas informações quentes sobre a atual organização do estúdio. Segundo a notícia, Walter Hamada, novo presidente da DCE que assumiu no começo desse ano, tem se movimentado bastante para tentar arrumar a ”bagunça” que se tornou o universo compartilhado de heróis, após altas e baixas em crítica e bilheteria dos filmes.

A Warner sempre levou a sério a ideia de independência do diretor em seus filmes, porém, nos filmes da DC, foi visto que isso não daria certo, por vários motivos, como uma visão particular para filmes que deveriam ser para todos os públicos. Tendo isso em visto, Hamada planeja criar um novo selo dentro do estúdio, algo chamado como ”Dark” ou ”Black”. Nos quadrinhos, a criação de selos é bem comum, para que os leitores saibam que as histórias de seus personagens favoritos não tem ligação direta com as histórias originais.

No cinema, o selo funcionaria como filmes ”independentes”, com baixo orçamento, ligados ao Universo Compartilhado, mas se passando antes, durante ou depois dos eventos principais, sem ter muita menção à eles. O primeiro filme a receber esse selo seria o recém confirmado longa solo do Coringa, dirigido por Todd Philips. Segundo o THR, o filme já começa as filmagens em setembro desse ano, com um orçamento de 55 milhões de dólares, o que é pouquíssimo para blockbusters. Mas, esse orçamento prova que a ideia do selo não é fazer filmes para as massas, e sim para os fãs. O site ainda diz que Joaquin Phoenix (Ela), seria o próprio Coringa, tirando Jared Leto do papel.

O próximo filme a receber o selo Dark/Black seria The Batman, dirigido por Matt Reeves. O filme passou por diversas turbulências, teve o roteiro reescrito mais de uma vez, e ainda é dúvida se deve sair do papel ou não. O THR diz que o filme do diretor de Planeta dos Macacos acontecerá sim, mas sem Ben Affleck no papel, já que será uma história do jovem Batman.

Isso não impede que Affleck continue no papel. Como já citado, o selo será algo a parte, então filmes como Aquaman, Mulher-Maravilha 2 e Shazam, ainda estão confirmados e farão parte do universo principal, onde a Liga da Justiça e Ben Affleck possam se reunir novamente.

Vale lembrar de que nada disso foi confirmado, mas Hamada já disse que não quer anunciar mais filmes para o Universo Cinematográfico DC, pois segundo ele, essa pressa de concorrer com a Marvel acabou atrapalhando o desenvolvimento dos filmes depois de Homem de Aço.

Uma fonte do THR dentro do estúdio disse que Walter Hamada tem uma visão específica para o universo, tem um plano para consertar a linha de filmes, e sabe como executá-lo.

Deixe uma resposta