Watchmen perdeu o foco?

Watchmen perdeu o foco?

Desafios

A promessa da série de atuar como uma continuação e solucionar a lacuna aberta da saga oringinal de Alan Moore, pode soar um tanto quanto interessante, mas sem dúvidas, é repleta de obstacúlos tendo em vista a complexidade destes personagens e a sua relação implicita com os problemas da sociedade. Partilhar desta essência e registrar uma nova autoria estética e narrativa, desvencilhando-se tanto do original quanto da adapação de Zack Snyder, que gostanto ou não marcou expressivamente os personagens, é de fato um trabalho desafiante.

Talvez o sucesso de Watchmen como quadrinho, deve-se primeiramente ao fato dele se comunicar diretamente com os dilemas de sua época, tais quais, a guerra fria e outros acontecimentos que sucedem neste período. Portanto, é completamente compreensível a atitude do diretor Damon Lindelof em adaptar a série para o nosso tempo, entre diversas camadas que bem foram apresentadas no primeiro episódio, intitulado ‘ It’s Summer and We’re Running Out of Ice‘, mas embora eu tenha me agradado com o returno do titulo, o piloto produzido pela HBO demonstrou certos problemas com a construção deste novo universo de vigilantes.

Expectativas X Realidade

Depois de assistir ao piloto de Watchmen, fica a impressão de que alguma está diferente, você não sente a mesma sensação de irmesão adentro na atmosfera noir, gótica e misteriosa, com personagens completamente densos e uma história que vaga pela cidade e seus acontecimentos, algo alí parece não estar de acordo, como se não houvesse uma sincronia nestes elementos cruciais para a saga no seriado, um problema que provavelmente pode estar associado na forma pela qual o diretor relaciona estes conceitos.

Tudo alí está mais moderno, desde a trilha sonora ala Stranger Things até a presença de cores vivas e expressivas que conseguem encantar, mas não transmitem a ausência de esperança do povo ou o lado profano da humanidade tanto na ambientação quanto na personalidade de cada vigilante, algo que neste piloto me pareceu mais proximo ha um filme de ação genérico, repleto de pequenos mistérios que não significam ou acrescentam algo a mais.

Além disso, em apenas um episódio a narrativa te entrega o plot da série sem muito esforço, um conflito que irá se passar entre os grupos de supremacistas e um provavel inimigo entre os aliados, mesmo que esta não seja a verdadeira conclusão da história, se compararmos com a natureza original dos quadrinhos, intrigas razas, um discurso atualizado e violência gratuita não tornam Watchmen a essência de Watchmen, obra engajada que se preocupa em trazer questões filóficas acerca dos problemas pessoais e sociais e é justamente neste aspecto que ela se diferencia das demais histórias, mas que a série opta pelo invês, justificando todo esse contexto de heróis, com mistérios que só fazem com que você continue asstindo e cenas de ação empolgantes e bem orquestradas.

Conclusões

Mesmo acreditando que isso pode afetar o desenrolar da série, eu ainda tenho e quero ter a fé de que estarei errado. Embora nem o o próprio Moore não esteja contente com o trabalho final desta produção, mudanças como estas não são problemáticas ao ponto de deixar uma obra ruim ou inassistível, pois nem toda adaptação necessariamente precisa ser fiel ha original, mas neste caso, pode descaracteriza-la de sua matriz.

Gustavo Alves

É isso ai pessoal
Fechar Menu